Voltar

CELOG dá início às aulas com muita interação e a história da Logística

Por: Caio Roberto
12 de julho de 2022

Já pensou em ter aulas com os melhores professores do mercado sem ter que sair de casa? O curso de Especialização em Logística (CELOG) da POLI USP PRO foi inaugurado em maio deste ano com uma aula sobre a história da Logística e o futuro do setor. As inscrições estão abertas para quem quiser aproveitar essa oportunidade!

A aula inaugural do curso foi transmitida ao vivo no dia 19 de maio, com mediação de Luciano Santos. Durante a aula, os alunos puderam escutar e interagir com os professores Hugo Yoshizaki e Marcelo Schneck, que também é coordenador do curso. Além de entenderem melhor como funcionam os cursos POLI USP PRO, os alunos também aprenderam mais sobre o conceito e a história da Logística.

Leia também: Conheça a Especialização em Logística da POLI USP PRO!

Inaugurando o CELOG

A transmissão, feita ao vivo, teve início às 19h com algumas considerações sobre o funcionamento das aulas. Também foram apresentadas algumas ferramentas utilizadas pelos professores e mediadores para promover a interação entre docentes e alunos, como o Wooclap e o Zoom de intervalo.

Os alunos ainda assistiram a um vídeo de introdução e puderam conhecer um pouco sobre a origem da POLI USP PRO. O vídeo mostrou alguns detalhes da criação do Departamento de Engenharia de Produção (PRO) da Escola Politécnica (POLI) da Universidade de São Paulo (USP), em 1958, e os eventos que nos trouxeram até aqui.

O vídeo conta com a presença da professora Marly Monteiro de Carvalho, chefe do PRO e coordenadora do curso de Especialização em Gestão de Projetos (CEGP), que fala um pouco sobre a história da instituição. “Vocês já conhecem os nossos cursos de especialização, eles têm uma tradição de longa data: o primeiro, o curso de especialização em Administração Industrial (CEAI), data da década de 1990”, comenta.

Conversando com os alunos

Mulher com conhecimentos de história da Logística trabalhar no setor.
A história da Logística é uma parte essencial da evolução da economia mundial no último século.

A aula inaugural contou com a presença do coordenador do curso, o professor Marcelo Schneck, que falou um pouco sobre sua trajetória acadêmica e profissional, assim como os trabalhos do qual participa no PRO. Ele também comentou sobre o conteúdo do curso: “O curso é de gestão empresarial, mas ele também vai dar uma puxada em vocês em relação a questões técnicas. Um gerente não pode deixar de conhecer as questões técnicas também. As vezes ele tem até que treinar a equipe dele nessas questões.”

O professor também abriu um espaço para interagir e conhecer um pouco mais dos alunos que estavam assistindo a aula ao vivo. Para isso, ele utilizou uma das ferramentas mais utilizadas pelos professores da POLI USP PRO: o Wooclap. Com ela, os professores podem fazer enquetes dos mais diversos tipos e compartilhá-las com os alunos.

O professor questionou qual seria a ocupação profissional dos estudantes, desta vez em forma de múltipla escolha. As opções disponíveis incluíam “Logístico” (14%), “E-commerce” (0), “Armazém” (24%), “PCP” (10%), “Serviços” (5%), “TI” (10%) e “Varejo Físico” (0). No entanto, 38% dos presentes não se encaixavam nas opções disponíveis e atuavam com compras, suprimentos, projetos de modelagem e simulação, saúde e higiene, excelência operacional e manutenção industrial.

Leia mais: Como é o funcionamento dos cursos da POLI USP PRO?

O que é logística?

O conteúdo teve início a partir do segundo bloco, com a entrada do professor Hugo Yoshizaki, que dividiu sua exposição em duas partes: uma voltada para o conceito de logística e a outra visando apresentar aos alunos as tendências para o futuro desse setor.

De acordo com o professor, a logística trata do projeto e administração de sistemas de fluxo de materiais, o que envolve transporte, estoque e armazenagem, e de suas informações relacionadas. Assim, “ela é uma atividade fundamental para que outras atividades sejam realizadas e consiste em colocar o produto certo, no lugar certo, no prazo certo e na condição certa”, explica.

Ele também utiliza o conceito do Conselho de Profissionais de Gerência de Supply Chain (CSCMP, na sigla em inglês): “Logística é a parte do Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos que planeja, implementa e controla, de maneira eficiente e eficaz, o fluxo direto, o fluxo reverso e a armazenagem de bens, serviços e informações relacionadas desde o ponto de origem até o ponto de consumo com o propósito de atender os requisitos dos clientes.”

Para ele, também é importante considerar que o fluxo de informações referentes aos produtos é tão relevante quanto os próprios produtos, e que o fluxo de informação funciona inversamente ao fluxo de materiais.

Mudanças no setor

Homem pensa sobre a história da Logística enquanto anda por um armazém.
A história da Logística foi alterada para sempre com a globalização e o surgimento do e-commerce.

Segundo Yoshizaki, até a década de 1990, o conceito de logística era algo desconhecido pela maioria das pessoas. Entretanto, no século XXI, algumas mudanças e acontecimentos sociais deixariam esta palavra na mente de todos. Entre eles podemos citar a greve dos caminhoneiros de 2018, que mostrou nossa dependência da logística, a pandemia de Covid-19 e o encalhe do navio Evergreen no canal de Suez, em 2021.

Isso também foi acompanhado de mudanças dentro do próprio setor, que, até a década de 1960, era dividido internamente em diversas atividades que se categorizavam entre Suprimentos e Distribuição Física. Da década de 1960 até os anos 2000, o setor se consolidou como uma atividade única e houve o surgimento do supply chain management, que integra fatores externos à empresa.

Outro fator importante citado pelo professor é o forte processo de urbanização pelo qual passamos, criando sistemas de abastecimento cada vez mais complexos e a necessidade de levar em consideração o que ele chama de City logistics: “A eficiência do processo de distribuição de carga urbana está relacionada com os interesses e expectativas de seus agentes participantes e com os possíveis conflitos que possam prejudicar o desempenho global do sistema.”

Leia também: TCC da pós-graduação: uma possibilidade de promoção profissional

Tendências da logística

O professor também abordou, de maneira mais geral, algumas das principais tendências do setor de logística para as próximas décadas. Entre elas, estão:

  • Data Science & Analytics;
  • City logistics (Micro centros de distribuição, utilização de veículos leves);
  • Combustíveis alternativos (veículos elétricos, biocombustíveis);
  • Logística Reversa;
  • Visibilidade da cadeia de suprimentos em tempo real;
  • Automação de armazéns;
  • Veículos autônomos;
  • Drones;
  • Omnichannel.

Gostou de conhecer a história da Logística? Então não perca tempo e conheça o curso de Especialização em Logística (CELOG) da POLI USP PRO para aprender muito mais!

Você também pode gostar:

Voltar

Posts relacionados

Por: Caio Roberto
8 de julho de 2022

Conheça a Especialização em Logística da POLI USP PRO!...

A globalização e o surgimento do e-commerce fizeram com que o campo da Logística passasse por diversas mudanças nas últimas décadas. A área deixou de ser...
Saiba mais
Por: Caio Roberto
8 de julho de 2022

Pós-graduação baseada no MIT? A POLI USP PRO tem! E é on...

Quer fazer uma pós-graduação que tem o programa de aulas baseado em pesquisas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT)? Então conheça o Curso de E...
Saiba mais